Cara Professora Milca,

A análise comparativista nasce da necessidade de se reconhecer a diversidade e ambiciona uma melhor compreensão do objeto em estudo. Na Literatura, a comparação desvenda as relações entre textos literários e outros textos estéticos, ou entre a literatura e outros saberes, mas transcende essa mera relação intertextual e interdisciplinar, para alcançar a interrelação de sujeitos. Insere-se, portanto, no mundo da cultura.

Cordialmente,

Sílvia M. L. Mota

PROFESSORA

Olá, Sílvia! Isso mesmo: comparar por comparar é apenas um exercício. No caso da Literatura Comparada, ela tem como objetivo colocar obras, culturas, autores, tempos, conceitos e saberes em diálogo. Ao colocar tudo isso em contato e em análise, tomamos conhecimento da riqueza e da troca cultural que há em toda produção humana.

Exibições: 1

Responder esta

Aniversários

Não há aniversários hoje

Eventos

Poema ao acaso

CENPESJUR

© 2017   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Relatar um incidente  |  Termos de serviço