A Literatura Comparada vai além das fronteiras. Ela rompeu desde o início com várias dificuldades: 1) a linguística ao comparar literaturas de línguas distintas e, dessa forma, contribuiu enormemente com os estudos de tradução e de divulgação de literaturas estrangeiras e 2) ao inserir no âmbito das pesquisas comparatistas as literaturas que fugiam do espectro eurocêntrico, muito prestigiado pelos estudos literários até metade do século XX.

Exibições: 7

Responder esta

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Relatar um incidente  |  Termos de serviço