Resposta: Os fundamentos do candomblé e da umbanda, principais religiões chamadas de afrodescendentes, têm origem no animismo, que é a crença na existência dos espíritos ancestrais cultivada pelos africanos autóctones, como vimos na aula 2 da disciplina Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. No entanto, o animismo não é uma religião. Com a chegada dos africanos escravizados ao Brasil, muitas festas tradicionais desses povos, algumas de cunho nacionalista, foram confundidas pelos colonos com festas religiosas e, consequentemente, proibidas. Surge, então, um sincretismo que mescla: figuras ancestrais africanas, sendo algumas lendárias e outras reais; fundamentos animistas; relação com a natureza; e, finalmente, figuras e ritos católicos. Daí se originam o candomblé e outras vertentes da mesma raiz religiosa, além de festas populares, como a de Nossa Senhora do Rosário, em Minas Gerais. Os africanos são, em sua maior parte, cristãos ou muçulmanos.

Exibições: 9

Responder esta

© 2018   Criado por Sílvia Mota.   Ativado por

Relatar um incidente  |  Termos de serviço